segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Conceitos essenciais no pensamento crítico

Nesta semana comecei a fazer um curso à distância oferecido pela Universidade de Edinburgo. O curso é gratuito e de muito boa qualidade, tenho gostado tanto que irei compartilhar aqui conceitos simples (já tenho feito isso pelo Facebook, mas farei aqui de forma mais organizada), contudo não menos importantes e que os apaixonados pela ciência não podem se dar o luxo de esquecer. O título do curso é Pensamento Crítico frente aos Desafios Globais. Na primeira semana, estudamos sobre conceitos essenciais no pensamento crítico. A ideia do curso pode ser assim resumida:


Neste curso introdutório sobre o pensamento crítico, esperamos que você desenvolva e melhore suas habilidades para pensar criticamente, avaliar as informações a partir de uma variedade de fontes e desenvolver argumentos fundamentados no contexto dos desafios globais que a sociedade enfrenta hoje.

Um dos primeiros conceitos estudados, foi o conceito de fato. O fato é algo que pode ser demonstrado como verdadeiro. Temos também o conceito de afirmação, que trata-se de algo que é tido como verdadeiro, mas não tem sido ou não pode ser comprovado como verdadeiro. Completando os blocos iniciais do pensamento crítico, temos a opinião que trata-se de algo que se acredita ser verdadeiro por aquele que fala ou escreve, mas que pode ou não ser partilhada por outras pessoas. Vejamos alguns exemplos:

FATO: As espécies possuem a capacidade de adaptação ao meio em que vivem.
AFIRMAÇÃO: O conjunto de adaptações acumulados com o passar do tempo pode desenvolver órgãos complexos nas espécies.
OPINIÃO: A evolução darwiniana é a melhor forma de explicar o desenvolvimento da vida na Terra.

De posse deste entendimento, podemos prosseguir. O próximo conceito é o da teoria, que se refere a nossa melhor forma de explicar algo no mundo natural com base no que temos atualmente sei. Ou seja, uma teoria é uma explicação com base em nossa atual compreensão do mundo natural. A teoria não é algo fixo e imutável: ela pode com o tempo evoluir e melhorar, à medida que descobrimos novos fatos sobre o mundo natural.

O valor e a utilidade de uma teoria são medidos apenas pela forma como ela corresponde com a realidade. Várias teorias diferentes podem tentar explicar aspectos singulares do mundo natural. Sendo assim, como podemos julgar quão boa uma teoria é? Há dois requisitos essenciais para uma teoria viável:

  • Uma boa teoria é apoiada por evidência a partir de nosso conhecimento atual sobre o mundo natural;
  • Uma boa teoria deve possuir predições testáveis. 
A hipótese é um em predição baseada numa teoria, que pode ser verificada como sendo correta ou incorreta.

O valor e a utilidade de uma teoria são medidos apenas pela maneira como a teoria corresponde com a realidade: hipóteses (ou predições) com base em uma boa teoria deverá ser consistentemente provada correta. Se uma teoria produz uma hipótese que está incorreta, então:
  • Ou a teoria deve mudar e evoluir, a fim de corresponder com a realidade;
  • Ou, se a teoria não pode mudar, desta forma, deve ser descartada e uma nova explicação deve ser encontrada.

A natureza e importância das evidências
  1. Opiniões, fatos e afirmações se unem para formar uma teoria.
  2. Uma teoria deve produzir hipóteses testáveis.
  3. As hipóteses necessitam de evidências para manter sua viabilidade.

As evidências:
  • Podem dar suporte a uma hipótese e refutar outra. 
  • Podem provocar uma revisão ou o surgimento de uma nova hipótese que pode ser testada novamente.
  • Podem ser inconclusivas, de modo que nenhuma conclusão definitiva possa ser feita.
  • Pode refutar as hipóteses, de modo que a teoria precisará ser revista ou descartada.
A evidência é a prova (fatos, experimentação, resultados, observações) que dão suporte ao argumento. Um argumento é um conjunto de instruções lógicas, levando a uma conclusão justa, com razões oferecidas para apoio a conclusão. A conclusão é uma inferência ou dedução fundamentada a partir da lógica do argumento. Também é a habilidade de apresentar seus próprios argumentos de forma persuasiva e de maneira lógica, inclusive para ouvir e levar em consideração o argumento de outros.

— Prof. Mayank Dutia. Critical thinking: Essential concepts. in: Critical thinking in Global Challenges, The University of Edinburgh, ago. 2013. Disponível em: <https://d396qusza40orc.cloudfront.net/criticalthinking/1.1.pdf> Acesso em: 20 jan. 2014.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...